E agora João?! Ressignificando as festas juninas
Celebrando a Vida - Época Junina 2022

Desenvolver uma maior consciência do nosso momento histórico cultural, uma melhor interação com as pessoas e o nosso meio ambiente e como tornar viva essa época, na prática, espiritualmente e cotidianamente para o individuo e para a sua coletividade.

Conteúdos a serem abordados:

  • O que acontece nessa época do ano, aqui e no hemisfério norte. Solstício de Verão e Inverno. A Ciranda dos Arcanjos. Pentecostes.

  • João Batista: o que tenho contigo João?

  • Eu, seres elementares, seres espirituais, natureza, coletividade. Onde e como encontro a Paz?

  • Santo Antônio, São João, São Pedro e São Paulo. Por que e como comemoramos essas datas. O que é vivo ou pode reviver, ressignificar.

  • Como abordar e tornar vivo e verdadeiro os conteúdos espirituais da época, para cada idade e fase da vida.

  • O impulso que aqui começa, como continua?

Páscoa

Materiais necessários

Material para pintura e/ou desenho: 4 folhas A3, preferência por papel Canson ou papel jornal, nesse caso 8 folhas A3, giz pastel seco ou giz de lousa colorido forte, ou giz de cera ou lápis de cor aquarelável, ou tinta aquarela qq ou guache, nas cores amarelo limão, vermelho cinabre, vermelho carmim, azul da prússia e azul ultramar ou cobalto; pincel largo, n°18 ou 20.


Material para colagem: dobradura e transparência: 1 folha de papel vegetal A3, pedaços de papel de seda de cores variadas, ex.:amarelas, laranjas,
rosas, vermelhos, azuis claros e escuros, verdes, claros e escuros; cola branca, tesoura.


Outros materiais que se mostrem necessários comunicamo-nos durante nossos encontros.

Datas

10, 17 e 24 de junho

01 de julho

Investimento

R$ 180,00 à vista ou em até 6x no cartão

Horários

Sextas-feiras de 17h às 19h

Isabel Cecilia Cortesi - professora de ciências e biologia no ensino médio em diferentes escolas em São Paulo, e no Instituto Estadual de Educação de Florianópolis, professora do jardim e de classe da Escola Anabá(do grupo fundador), em Florianópolis, SC, professora do jardim da Aitiara Escola do Campo, na Demetria, em Botucatu, SP, mãe Waldorf durante 25 anos, cá e lá. Hoje atuo como terapeuta e aconselhadora usando arte, contação de histórias e trocas de experiências de vida.